26 de fev de 2010

CTRL+C, CTRL+V -> Nota 0

Essa é para professores e maridos/esposas de professores que ficam loucos na época de provas e de entrega de trabalhos.

A internet facilita muito o estudo, mas também torna muito simples o copiar e colar. Para desmascarar esses CTRL+C, CTRL+V o professor pode pesquisar trechos e mais trechos na internet usando o Google ou usar softwares específicos para isso:

Doc x Web, compara on-line documentos word e sites web de busca.

Farejador de Plágios, programa para download, carinhosamente apelidado de FDP.

Approbo, site europeu para comparação de trechos e a web.

É, pensando bem são softwares FDP mesmo...


1 image - 1001 words


Blog sobre fotógrafos, ilustradores e outros artistas gráficos. Não vou escrever muito, vá lá conhecer... Clique aqui

Genésio, a mulher do vizinho, sustenta ...

Homem é processado por não conseguir engravidar mulher do vizinho

Olhem só a história:

"Um homem que vive na Alemanha foi processado por não conseguir engravidar a mulher do vizinho, depois de ser contratado por 2 mil euros (cerca de R$ 5,7 mil) para isso.

Demetrius Soupolos e a mulher, Traute, queriam ter uma criança, mas descobriram que Soupolos não poderia ter filhos. Por isso, decidiram contratar Maus, na esperança que o homem casado e com dois filhos pudesse engravidar Traute. A informação foi divulgada pela publicação alemã "Bild".

Depois de seis meses e nenhuma gravidez – com uma média de tentativas de três vezes por semana, Soupolos insistiu p ara que Maus passasse por exames médicos.

Os testes mostraram que o vizinho também é estéril. Por isso, a mulher de Maus foi obrigada a admitir que as duas crianças não eram dele.



Agora, decida você o que é pior:


a) Ir a justiça cobrar um cara que "ficou" com sua mulher por seis meses.

b) Contratar um cara para "ficar" com sua mulher por seis meses.

c) Descobrir que você é estéril enquanto tenta engravidar a mulher do vizinho, recebendo pra isso.

d) Descobrir que os dois filhos que você tem não são seus.

e) "Cornear" o vizinho e descobrir que já foi corno, no mínimo duas vezes.

f) Todas as anteriores.

(recebi num email, não sei a fonte...)

Você comeria a comida que deixou cair no chão?

Ótimo método para decidir: